SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 número4Transtornos mentais comuns e o uso de práticas de medicina complementar e alternativa: estudo de base populacional índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Jornal Brasileiro de Psiquiatria

versão impressa ISSN 0047-2085

Resumo

FILIZOLA, Patrícia Rego Barros; NASCIMENTO, Aline Elesbão do; SOUGEY, Everton Botelho  e  MEIRA-LIMA, Ivanor Velloso. Alcoolismo no Nordeste do Brasil: prevalência e perfil sociodemográfico dos afetados. J. bras. psiquiatr. [online]. 2008, vol.57, n.4, pp. 227-232. ISSN 0047-2085.  http://dx.doi.org/10.1590/S0047-20852008000400001.

OBJETIVO: Esse inquérito epidemiológico verificou a prevalência de alcoolismo e o uso de álcool nas famílias mais antigas e numerosas da população da ilha de Fernando de Noronha, estado de Pernambuco, Brasil, e tentou identificar o perfil sociodemográfico associado a este problema naquela região. MÉTODOS: A amostra representativa da população foi composta por 119 pessoas. O instrumento de investigação incluiu perguntas sobre os dados sociodemográficos da amostra e caracterização do consumo de álcool. Para avaliar a prevalência de alcoolismo, entre estes indivíduos, utilizou-se instrumento de rastreamento para distúrbios relacionados ao álcool - o CAGE -, levando-se em conta o ponto de corte de uma ou mais respostas positivas para definir alcoolistas. RESULTADOS: Observou-se prevalência de consumo global de álcool em 62,2% da amostra e de alcoolismo em 40,34%, sendo 50,9% para homens e 30,6% para mulheres. Homens, solteiros, separados e viúvos não praticantes da religião protestante apresentaram risco significativamente mais elevado de alcoolismo nessa região. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos foram comparados com estudos anteriores em outras populações e novas linhas de pesquisa são sugeridas.

Palavras-chave : Epidemiologia; estudo de populações; alcoolismo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português