SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 issue1Body dissatisfaction in college students of different study areasUsing the temporal bisection procedure in the evaluation of elderly with Alzheimer's disease: a systematic review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal Brasileiro de Psiquiatria

Print version ISSN 0047-2085

Abstract

COSTA, Christian da Silva  and  MELLO, Marcelo Feijó de. Indicadores comportamentais de propensão ao homicídio em agressores sexuais. J. bras. psiquiatr. [online]. 2012, vol.61, n.1, pp. 33-38. ISSN 0047-2085.  http://dx.doi.org/10.1590/S0047-20852012000100007.

OBJETIVO: Avaliamos se existe associação entre características de personalidade e tipo de estupro cometido (com ou sem a morte da vítima). MÉTODOS: Como estratégias de estudo, utilizaram-se indicadores comportamentais que podem ser associados à personalidade antissocial, de modo a diferenciar os comportamentos externalizantes de agressores sexuais que matam ou não suas vítimas. RESULTADOS: Os agressores sexuais apresentaram comportamentos externalizantes relacionados à personalidade antissocial. O grupo de indivíduos que cometeu estupro seguido de morte tem esses traços comportamentais mais presentes no decorrer da vida. CONCLUSÃO: Concluímos que os agressores sexuais aparentam ter indicadores que permitem uma investigação mais profunda em relação à personalidade antissocial, mas aqueles que matam suas vítimas diferem quanto ao seu histórico comportamental daqueles que não cometem o homicídio subsequente ao ato de estupro. São indicadores comportamentais da propensão ao homicídio em agressores sexuais: estarem, mais comumente, sob os efeitos de álcool/drogas durante o ato de estupro, propensão ao suicídio, prematuridade de início da vida criminosa e alta impulsividade.

Keywords : Homicídio; estupro; antissocial; violência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese