SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.47 número1Ação de reguladores vegetais no desenvolvimento, aspectos nutricionais, anatômicos e na produtividade do feijoeiro (Phaseolus vulgaris cv. Carioca)Avaliação da qualidade fisiológica de sementes de milho (Zea mays L.) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Anais da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz

versão impressa ISSN 0071-1276

Resumo

CASTRO, P.R.C.; BARBOSA, L.M.; NASTRI, V.D.F.  e  LUCCHESI, A.A.. Análise comparada de crescimento do enxerto e do porta-enxerto de Hevea brasiliensis Muell. Arg. em viveiro. An. Esc. Super. Agric. Luiz de Queiroz [online]. 1990, vol.47, n.1, pp. 29-45. ISSN 0071-1276.  http://dx.doi.org/10.1590/S0071-12761990000100003.

O objetivo do presente trabalho foi o de verificar a compatibilidade entre o enxerto ('RRIM 600') e o porta-enxerto ('Tjir 16') de seringueira, através da análise comparada de crescimento. As plantas foram cultivadas em recipientes plásticos, nas condições de viveiro, em Piracicaba (SP). As amostras foram coletadas em 4 períodos (de duas épocas) com intervalos de 30 dias. Os valores da TAL da seringueira foram de 0,018 a 0,031g.dm-2.dia-1, da TCR de 0,0145 a 0,0165g.g-1.dia-1 e da RAF de 0,4363 a 0,8510dm2.g-1. A VPS e a VAF revelaram um maior vigor do porta-enxerto com relação ao enxerto e uma certa incompatibilidade no período de desenvolvimento de 'Tjir 16' em relação ao 'RRIM 600'. A RAF e a RPF mostraram, respectivamente, uma maior proporção relativa da área e do peso foliar no peso total da planta no início do desenvolvimento do enxerto e mais tardiamente no porta-enxerto. Verificou-se uma relação direta entre os valores da TCR e da TAL do enxerto e do porta-enxerto, sendo que os cultivares não apresentaram diferenças sensíveis nos incrementos de matéria seca por unidade de tempo.

Palavras-chave : seringueira; análise de crescimento; enxerto; porta-enxerto; compatibilidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português