SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.47 número2Parâmetros da rede de drenagem de solos da região de Iracemápolis (SP)Capacidade fermentativa de Saccharomyces cerevisiae enriquecida com ácidos graxos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Anais da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz

versão impressa ISSN 0071-1276

Resumo

LACERDA, T.H.M.; OLIVEIRA, A.J.de  e  CARUSO, J.G.B.. Viabilidade do tratamento do soro de queijo com digestão anaeróbia. An. Esc. Super. Agric. Luiz de Queiroz [online]. 1990, vol.47, n.2, pp. 557-573. ISSN 0071-1276.  http://dx.doi.org/10.1590/S0071-12761990000200016.

O principal objetivo deste trabalho con sistiu em avaliar a digestão anaeróbia de soro de queijo (68.000mg DQO/l), sem correção de pH, em digestores tipo mistura completa, semi-contínuos em escala laboratorial, mantidos à temperatura de 35° ± 1°C. Foi utilizado como inóculo estéreo bovino, com teor de sólidos totais igual a 8%. O experimento foi desenvolvido num período de 100 dias, onde os primeiros 20 dias foram caracterizados pela aclimatação do inóculo e quatro tempos de retenção (¸) de 20 dias. Foi adicionado em cada reator uma carga de 3,0g DQO/l de reator/dia. No primeiro ¸ a carga foi dividida em 3 partes e adicionada aos digestores em intervalos de 8 horas. No segundo ¸ a carga foi dividida em 2 partes e adicionada aos digestores em intervalos de 12 horas; no terceiro ¸ foi utilizado intervalo de 6 horas para a alimentação com a carga de DQO dividida em 4 porções; o quarto ¸ foi caracterizado pela alimentação da carga total de uma única vez. O acompanhamento do experimento foi feito por análises de acidez, alcalinidade e pH, juntamente com produção de biogás; foi avaliado também a DQO no efluente. Foi constatado que os sistemas de alimentação empregados no presente trabalho, influenciaram no desenvolvimento do processo, sendo que a produção de ácidos graxos voláteis foi acentuada durante os TRH estudados levando a um desequilíbrio populacional e, consequentemente, a uma baixa eficiência de tratamento. Nestas condições, a produção de biogás expressa em 1.biogás/g DQO destruído foi de 0,35 l/g.

Palavras-chave : Soro de queijo; digestão anaeróbia; remoção de DQO.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português