SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.102 issue1Four new species of the Drosophila mesophragmatica species group (Diptera, Drosophilidae) from the Ecuadorian AndesUse of camera-traps in natural trails and shelters for the mammalian survey in the Atlantic Forest author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Iheringia. Série Zoologia

Print version ISSN 0073-4721

Abstract

FERREIRA, Anderson; GERHARD, Pedro  and  CYRINO, José E. P.. Dieta de Astyanax paranae (Characidae) em riachos com diferentes coberturas ripárias na bacia do rio Passa-Cinco, sudeste do Brasil. Iheringia, Sér. Zool. [online]. 2012, vol.102, n.1, pp.80-87. ISSN 0073-4721.  http://dx.doi.org/10.1590/S0073-47212012000100011.

A análise da dieta de Astyanax paranae Eigenmann, 1914 em nove riachos localizados na bacia do rio Passa-Cinco, sistema do alto rio Paraná, foi realizada com o objetivo de investigar os hábitos alimentares desta espécie, verificar possíveis variações espaciais na dieta e investigar a influência da vegetação ripária na composição da dieta. Foram analisados 243 estômagos através dos métodos de frequência relativa de ocorrência e volumétrico, e a dieta caracterizada através do índice alimentar (AIi). A espécie apresentou hábito alimentar insetívoro, com o predomínio de insetos terrestres e aquáticos na dieta, variando de acordo com o local. Na maioria dos riachos, os recursos mais consumidos foram os de origem alóctone. A participação de insetos aquáticos e vegetais terrestres foram elevadas na maioria dos riachos, enquanto que insetos e invertebrados terrestres apresentaram maior contribuição nos riachos com maior presença de floresta ripária. Os dois riachos drenando áreas de pastagens foram os únicos locais onde A. paranae consumiu algas e fragmentos de macrófitas. Esses resultados são corroborados pela análise de similaridade (ANOSIM), onde o descritor ambiental "porcentagem de floresta ripária" foi aquele de maior influencia na dieta de A. paranae. O estudo mostra que a porcentagem de floresta na zona ripária define a composição da dieta da espécie naquele trecho de riacho, mas que A. paranae também é capaz de obter recursos alimentares em uma variedade de ambientes degradados.

Keywords : Ecologia alimentar; Characiformes; peixes insetívoros; fatores ambientais.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License