SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.105 issue4Comparative morphology of the type-species of Isotes and Synbrotica(Coleoptera, Chrysomelidae, Galerucinae), with a new synonymy of speciesIdentification key and diagnosis of forensic interest Histeridae (Insecta: Coleoptera) from Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Iheringia. Série Zoologia

Print version ISSN 0073-4721On-line version ISSN 1678-4766

Abstract

LUZA, André L.; SILVA, Eliane R. da; FAILACE, Daniela M.  and  COLOMBO, Patrick. Seleção de sítio para nidificação de Hypsiboas faber (Anura, Hylidae) no sul do Brasil. Iheringia, Sér. Zool. [online]. 2015, vol.105, n.4, pp.453-460. ISSN 0073-4721.  http://dx.doi.org/10.1590/1678-476620151054453460.

Machos de espécies de Hypsiboas Wagler, 1830 constroem ninhos no substrato disponível no entorno de corpos d'água; as fêmeas depositam os ovos no interior destes ninhos durante a reprodução da espécie. Embora estes machos apresentem plasticidade na escolha de sítios para construção dos ninhos, ainda não existem avaliações de preferências por condições específicas de microhabitat para a nidificação (principalmente em clima subtropical). A pressão de predação e as condições ambientais são consideradas os principais processos moldando a diversidade de estratégias reprodutivas em anfíbios. Entretanto, condições de microhábitat deveriam determinar tanto onde construir um ninho quanto as variações na arquitetura do ninho. Neste estudo testamos hipóteses de seleção de microhábitats para a nidificação por sapos-ferreiros Hypsiboas faber (Wied-Neuwied, 1821), determinando características de hábitat relacionados à seleção de sítios e à arquitetura dos ninhos. O estudo foi conduzido nas margens de duas lagoas permanentes no sul do Brasil. Variáveis caracterizando o substrato e a estrutura e heterogeneidade da vegetação foram medidas em 18 parcelas com ninho e 18 parcelas adjacentes sem ninho (controle). A temperatura da água foi medida dentro do ninho e na adjacência. Atributos do ninho foram a área, a profundidade e a temperatura. Resultados demonstraram diferenças nas características de hábitat entre parcelas com e sem ninho. Parcelas com ninhos apresentaram maior cobertura e altura da vegetação, lâmina de água pouca profunda e com pouca matéria orgânica em suspensão em relação às parcelas sem ninho. Não foi observada diferença entre a temperatura dentro e fora do ninho, bem como relação entre os atributos do ninho e os descritores do habitat. Os resultados evidenciaram a seleção de hábitat para a construção de ninhos por Hypsiboas faber. Os machos parecem utilizar habitats mais protegidos, provavelmente para evitar predação, a invasão de machos coespecíficos e a ação de intempéries climáticas. A ausência de diferença entre a temperatura dentro e fora do ninho sugere que o ninho não melhora condições para o desenvolvimento dos ovos e dos girinos. A arquitetura do ninho não teve relação com fatores ambientais; comportamentos como a checagem do ninho pela fêmea antes do amplexo podem estar envolvidos. A seleção de determinados sítios para a construção de ninho deve aumentar a chance de sobrevivência da prole e o sucesso reprodutivo de Hypsiboas faber.

Keywords : Anuros construtores de ninhos; atributos do ninho; história de vida dos anuros; modos reprodutivos de anfíbios; sítio de oviposição.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )