SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.54 issue1Estudos anatômicos e histológicos sôbre a subfamília Triatominae (Heteroptera, Reduviidae): V parte: anatomia do testículo e espermiocitogênese do Triatoma infestansAcerca del ciclo evolutivo del Trypanosoma (Schizotrypanum) cruzi Chagas 1909, en sus fases tisular y hematica author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Memórias do Instituto Oswaldo Cruz

Print version ISSN 0074-0276On-line version ISSN 1678-8060

Abstract

BARTH, Rudolf  and  LACOMBE, Dyrce. Contribuição ao estudo histológico do intestino médio dos insetos: observações no intestino de uma larva de Blepharoceridae. Mem. Inst. Oswaldo Cruz [online]. 1956, vol.54, n.1, pp.231-254. ISSN 0074-0276.  http://dx.doi.org/10.1590/S0074-02761956000100009.

São estudadas diversas fases de secreção nas células do intestino médio da larva de uma espécie de Blepharoceridae. As células do intestino são caracterizadas por terem um rabdório bem distinto, cujos fios possuem em sua base um espessamento, diretamente relacionado com a expulsão da secreção. Foram estudados os seguintes estádios: a) fase de pré-secreção. A pré-secreção espalha-se por todo o protoplasma sob a forma de pequenas granulações (fig. 5). b) fase de concentração da secreção. As granulações acumulam-se em tôrno do núcleo, principalmente, acima dêste, tomando o aspecto de uma pirâmide (fig.6). c) fase inicial. A secreção atravessa o bordo basal do rabdório e acumula-se entre os fios do mesmo sob a forma de uma esfera (fig. 7). d) fase de expulsão da secreção. A esfera de secreção, inicialmente em contacto com o citoplasma por meio de um pedúnculo forte tende a deslocar-se em direção à cavidade do intestino (fig. 9). e) fase de regeneração. O protoplasma, contendo agora apenas pouca secreção, recomeça a formar novas pré-secreções (fig. 11). Espalhados portodo o intestino, encontramos ninhos de regeneração (fig. 12). A energia para o transporte das substâncias, durante todo êste processo, resulta da diferença de pressão osmótica entre os líquidos da cavidade do corpo e do protoplasma da célula, bem como de um efeito capilar originado da estrutura protoplasmática.

        · abstract in German     · text in Portuguese     · German ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License