SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.84 issue3The neotype of anopheles albitarsis (Diptera: culicidae)Trypanosoma cruzi: identification of specific epimastigote antigens by human immune sera author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Memórias do Instituto Oswaldo Cruz

Print version ISSN 0074-0276

Abstract

FIGUEIREDO, Luiz Tadeu Moraes et al. Estudo com dois diferentes ensaios imuno-enzimáticos para a detecção de anticorpos contra o vírus Mayaro. Mem. Inst. Oswaldo Cruz [online]. 1989, vol.84, n.3, pp. 303-307. ISSN 0074-0276.  http://dx.doi.org/10.1590/S0074-02761989000300003.

Apresentamos a avaliação de um teste imuno-enzimático no qual células infectadas com o vírus Mayaro são usadas como antígeno (EIA-ICC) e a de um teste de captura de IgM (MAC-ELISA), no diagnóstico sorológico de infecções por Mayaro. Soros humanos em número de 114, obtidos durante uma epidemia ocorrida em 1987 na Bolívia, foram utilizados neste estudo. Os resultados foram comparados com aqueles obtidos pelo teste de inibição da hemaglutinação (HAI). MAC-ELISA mostrou-se duas vezes mais sensível que EIA-ICC na detecção de anticorpos do tipo IgM para Mayaro. MAC-ELISA mostrou-se uma técnica válida e prática para o diagnóstico de infecções recentes por Mayaro. EIA-ICC para detecção de IgG mostrou-se mais sensível e também mais específico que HAI. Os resultados da combinação de EIA-ICC para detecção de IgM e IgG de Mayaro apresentaram a maior sensibilidade dentre os testes estudados. A detecção simultânea de anticorpos IgG e IgM para Mayaro por EIA-ICC pode ser utilizada no diagnóstico de infecções recentes (a despeito de menos sensível para IgM que o MAC-ELISA), em inquéritos sorológicos e estudos sobre a resposta imune de IgG e IgM às infecções por Mayaro.

Keywords : Mayaro; alphavirus; arbovirus; teste imuno-enzimático.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English