SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.50 número1Excesso de demanda permanente como estratégia de mercado: uma análise do mercado brasileiro de ensino superiorRealizar pesquisa sem ação ou pesquisa-ação na área de Administração? Uma reflexão metodológica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Administração (São Paulo)

versão impressa ISSN 0080-2107versão On-line ISSN 1984-6142

Resumo

MELO, Pedro Lucas de Resende; BORINI, Felipe Mendes; OLIVEIRA JUNIOR, Moacir de Miranda  e  PARENTE, Ronaldo Couto. Análise internacional dos países de operação das redes de franquias brasileiras. Rev. Adm. (São Paulo) [online]. 2015, vol.50, n.1, pp.26-39. ISSN 0080-2107.  http://dx.doi.org/10.5700/rausp1182.

Neste artigo, tem-se como objetivo demonstrar que fatores do ambiente externo estão envolvidos no compromisso internacional das redes de franquias brasileiras. Os objetivos nesta pesquisa residem em entender quais as características dos países de operação das redes de franquias brasileiras, e verificar a influência de tais características no compromisso das redes de franquias em cada país onde operam. O banco de dados possui 54 redes de franquias brasileiras com operações internacionais em 26 países, o que implica em 157 franquias com operação no exterior. Em relação aos fatores do ambiente externo, as variáveis independentes formam um grupo dividido em oportunidade de mercado e eficiência do negócio – a confiança e a facilidade para fazer negócios. Os resultados dos três grupos distintos mostram como a oportunidade de mercado e a eficiência empresarial (confiança e facilidade em fazer negócios) trabalham como motores para a operação internacional das redes de franquias brasileiras. O trabalho mostra que as redes de franquias que operam nos Estados Unidos (grupo 3) têm um compromisso internacional inferior em comparação com as franquias que operam em países desenvolvidos e em pequenos países da América Latina (grupo 2). Também é possível notar um grande número de franquias que operam em países subdesenvolvidos da América Latina e África (grupo 1) com pior eficiência do negócio, devido à vantagem de aprender como operar em um país que poderia ter algumas semelhanças com o Brasil.

Palavras-chave : redes de franquias; franchising; redes de franquias brasileiras; negócios internacionais; empreendedorismo.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )