SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número3Questionário de dor McGill: proposta de adaptação para a língua portuguesaDiagnósticos de enfermagem de pacientes em unidades de terapia intensiva índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

versão impressa ISSN 0080-6234

Resumo

SOUSA, Regina Marcia Cardoso de  e  KOIZUMI, Maria Sumie. Recuperação das vítimas de traumatismo cranio-encefálico no período de 1 ano após o trauma. Rev. esc. enferm. USP [online]. 1996, vol.30, n.3, pp. 484-500. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62341996000300010.

Estudo prospectivo longitudinal sobre a recuperação aos 12 meses, de vítimas de traumatismo crânio-encefálico (TCE) de diferentes gravidades, com idade entre 12 e 60 anos. As vítimas foram avaliadas 1 ano após o trauma considerando-se tanto suas limitações funcionais mensuradas pela Escala de Resultados de Glasgow (ERG) em sua versão de oito categorias, como também, o seu retorno à produtividade. Aos 12 meses, 77,2% das vitimas alcançaram a pontuação 0 e 1 na ERG ampliada. Destas, 38,6% obtiveram a pontuação 0, ou seja, recuperação total . Indivíduos incapazes (pontuação > 1) foram 22,8% sendo aqueles com incapacidade moderada (+), ERG2, e grave (+), ERG4, os mais freqüentes. Retorno à produtividade ocorreu em 83,3% das vítimas e destas, 19,4% tinham alterações na ocupação principal.

Palavras-chave : Trauma crânio-encefálico; Recuperação pós-traumática; Escala de Resultados de Glasgow.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português