SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue4In search of the best evidenceSutures and the operating room nurse: criteria in forecasting the need for sutures and provisioning according to nature of the hospital institution author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

CASSIANI, Silvia Helena de Bortoli; FREIRE, Cláudia Câmara  and  GIMENES, Fernanda Raphael Escobar. A prescrição médica eletrônica em um hospital universitário: falhas de redação e opiniões de usuários. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2003, vol.37, n.4, pp. 51-60. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342003000400006.

Este estudo analisou as falhas de redação da prescrição médica eletrônica e opiniões dos usuários acerca das suas vantagens e desvantagens. Foram analisadas 1.351 prescrições médicas de um hospital universitário e entrevistados 84 profissionais da área da enfermagem e medicina. Os resultados indicaram que 17,7% das prescrições apresentavam rasuras, em 16,8 % havia medicamentos suspensos, em 28,2% havia informações que podiam deixar os profissionais em dúvida e em 25% havia medicamentos prescritos manualmente. Os profissionais indicaram as seguintes vantagens: facilidade de leitura dos dados e rapidez com que a prescrição é feita e liberada e como desvantagens: repetição de prescrições de dias anteriores sem revisão e informações digitadas de forma incorreta. Conclui-se que apesar de ser uma estratégia importante na redução de erros, é preciso revisão desse sistema e educação dos profissionais na sua utilização.

Keywords : Prescrição de medicamentos; Erros de medicação; Enfermagem.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese