SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue2Health education for the mentally ill: a first-hand accountThe self-esteem and the nonverbal signs of the burn patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234On-line version ISSN 1980-220X

Abstract

COLVERO, Luciana de Almeida; IDE, Cilene Aparecida Costardi  and  ROLIM, Marli Alves. Família e doença mental: a difícil convivência com a diferença. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2004, vol.38, n.2, pp.197-205. ISSN 1980-220X.  https://doi.org/10.1590/S0080-62342004000200011.

Este estudo partiu de reflexões acerca dos movimentos da reforma da assistência psiquiátrica e o processo de desinstitucionalização. Teve como objetivo identificar as representações sociais construídas por familiares acerca do fenômeno saúde-doença mental. Adotou-se o referencial das representações sociais na perspectiva dos pressupostos de Moscovici. Foram entrevistados oito familiares de portadores de transtorno mental. Identificou-se que os familiares explicitam sua não aceitação daquele que se mostra diferente, como núcleo de suas representações sociais. Apontamos para a importância dos profissionais de saúde mental considerarem, em suas intervenções, o saber produzido pelos familiares.

Keywords : Família; Saude mental; Transtornos mentais; Enfermagem psiquiatrica.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License