SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue3Concepts of emergency service nurses and physicians regarding pain and analgesia in traumaCharacterization of caregivers of victims of traumatic brain injury on an outpatient follow-up program author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

ORTEGA SALDANA, Luisa Dolores et al. Reprodução social de famílias de crianças menores de 7 anos. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2005, vol.39, n.3, pp. 333-342. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342005000300012.

Por meio de amostragem casual-estratificada-proporcional, este estudo caracterizou as formas de reprodução social de 80 famílias com crianças menores de 7 anos, residentes na área de abrangência do HU-USP. Os perfis de reprodução social foram construídos utilizando-se uma base teórico-metodológica-operacional que pré-definiu três grupos sociais homogêneos. Da amostra total, 36,1% foram mais excluídas, tanto no momento da produção como do consumo, 48,2% pareciam lutar pela integração na vida social e 15,7% apresentaram inserção qualificada na produção, mostrando-se protegidas da precarização do trabalho, com um padrão diferenciado de consumo e de representação coletiva e com maior possibilidade de uso do espaço geossocial. Os resultados demonstraram que a metodologia utilizada é adequada para caracterizar os perfis de reprodução social, evidenciando que os grupos sociais que compõem uma mesma sociedade, apresentam condições de trabalho e de vida distintas e que cada grupo social está exposto a determinados padrões de fortalecimento e de desgaste.

Keywords : Grupo social; Condições de trabalho; Condições de vida.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · pdf in Spanish