SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 issue4Analysis of deaths of elderly people in the SABE surveyThe sense of work in a formation project for nursing professionals author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

MINAGAWA, Áurea Tamami et al. Baixo peso ao nascer e condições maternas no pré-natal. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2006, vol.40, n.4, pp. 548-554. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342006000400014.

Para verificar como o peso ao nascer se relaciona às condições maternas de trabalho, pré-natal, nutricionais (altura, peso inicial, final e ganho na gestação) e sócio-econômico-demográficas (idade, situação conjugal, escolaridade, renda familiar), o presente estudo foi realizado na área de abrangência do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo e a amostra foi constituída por 101 crianças. A ocorrência de baixo peso ao nascer (BPN) foi de 5,1% e não se associou com o trabalho materno, nem com o pré-natal, porém mostrou associação significativa com as seguintes variáveis maternas: ganho de peso na gestação inferior a 7 kg, idade menor que 20 anos e não ter companheiro. Apesar da baixa ocorrência de BPN, os resultados evidenciaram a importância do pré-natal para reduzir a ocorrência de BPN, especialmente por meio do controle do ganho de peso na gestação, controle da gestação na adolescência e também priorizando a atenção das mulheres sem companheiro.

Keywords : Recém-nascido de baixo peso; Trabalho feminino; Condições sociais; Cuidado pré-natal.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese