SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue1Perception of nurses about ethical dilemmas related to terminal patients in intensive care unitsClinical and psycossocial features of heart failure patients admitted for clinical decompensation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

ANDRADE, Luciene Miranda de et al. A problemática do cuidador familiar do portador de acidente vascular cerebral. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2009, vol.43, n.1, pp. 37-43. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342009000100005.

Objetivou-se identificar a problemática da família de pessoas acometidas de acidente vascular cerebral hospitalizadas e discutir as dificuldades do cuidador familiar para o cuidado no âmbito domiciliar. A amostra constou de 154 famílias de pacientes internados em um hospital da rede pública de saúde, Fortaleza-CE. Conforme os resultados denotam, a maioria dos cuidadores são mulheres, 104 (67,5%); 122 casos (79,2%) apresentam comprometimento familiar e alterações na vida diária em 115 dos acompanhantes (74,7%); 150 (97,4%) não receberam orientações acerca dos cuidados, mas 143 (92,9%) sentem-se seguros para acompanhá-los. O sentimento predominante foi a tristeza, 125 (81,2%), e as dúvidas principais foram: alimentação, 64 (41,6%), administração de medicamentos, 49 (29,9%), e possíveis complicações clínicas após a alta, 49 (29,9%). Estes resultados alertam para o papel do enfermeiro como educador, não somente na prevenção das doenças crônico-degenerativas, mas, também, na orientação aos cuidadores familiares sobre os cuidados dispensados após a alta hospitalar.

Keywords : Assistência domiciliar; Cuidadores; Acidente cerebral vascular; Enfermagem.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese