SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue2Urinary incontinence among physical education studentsPrehospital teamwork life support service for traffic accident victims author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

OLIVEIRA, Adriana Cristina; MARZIALE, Maria Helena Palucci; PAIVA, Maria Henriqueta Rocha Siqueira  and  LOPES, Aline Cristine Souza. Conhecimento e atitude sobre precauções-padrão em um serviço público de emergência brasileiro: um estudo transversal. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2009, vol.43, n.2, pp. 313-319. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342009000200009.

Objetivou-se avaliar a adoção das medidas de precaução padrão por meio de conhecimento e atitude dos profissionais de um serviço público de emergência, assim como a incidência de acidentes de trabalho envolvendo material biológico entre tais profissionais. A pesquisa foi realizada com 238 profissionais entre Junho e Novembro de 2006. Utilizou-se análise univariada e multivariada. A possibilidade de não-adoção das medidas de precaução foi 20.7 (95%CI: 5,68 - 75,14) vezes maior entre motoristas, quando comparados aos médicos. Não houve associação significante entre a adoção às medidas de precaução padrão. A incidência de acidentes de trabalho foi 20.6% (40.8% envolvendo material pérfuro-cortante). O risco de médicos terem um acidente de trabalho foi 2.7(95%CI:1.05 - 7.09) vezes maior que os condutores. O fato de os membros da equipe apresentarem conhecimentos adequados sobre as medidas de precaução padrão foi insuficiente para promover atitudes compatíveis a fim de reduzir o risco de transmissão de agentes infecciosos e acidentes de trabalho.

Keywords : Emergências; Acidentes de trabalho; Prevenção de acidentes; Saúde do trabalhador; Equipe de assistência ao paciente.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · pdf in English