SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue4Promoting affective attachment at the neonatal intensive care unit: a challenge for nursesA comparison between two catheters for clean intermittent catheterization in continent children with a urostomy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

MOLINA, Rosemeire Cristina Moretto  and  MARCON, Sonia Silva. Benefícios da permanência de participação da mãe no cuidado ao filho hospitalizado. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2009, vol.43, n.4, pp. 856-864. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342009000400017.

Este estudo objetivou levantar, na perspectiva das mães, os benefícios relacionados à sua permanência e participação no cuidado ao filho internado na UTIP. Utilizamos como referencial teórico a Teoria Transcultural do Cuidado e como referencial metodológico a Pesquisa Convergente-Assistencial. Os dados foram coletados junto a seis mães de crianças internadas na UTIP de um hospital universitário, no período de janeiro a maio de 2007, por meio de entrevistas e observação participante. Na análise dos dados seguimos quatro processos genéricos: apreensão, síntese, teorização e transferência. Os resultados evidenciaram que a presença e o cuidado da mãe estreitaram seu vínculo afetivo com o filho, trouxe segurança para a mãe e tranquilidade para a criança, suscitando o aparecimento de sentimentos positivos como alegria e satisfação por poder cuidar do filho. É preciso que os enfermeiros repensem seu comportamento quanto à mãe acompanhante e adotem atitudes que favoreçam sua participação no cuidado ao filho hospitalizado.

Keywords : Criança hospitalizada; Relação mãe-filho; Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese