SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue4A comparison between two catheters for clean intermittent catheterization in continent children with a urostomyThe partogram as an instrument to analyze care during labor and delivery author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

On-line version ISSN 1980-220X

Abstract

PEREIRA, Adriana Lenho de Figueiredo  and  MOURA, Maria Aparecida Vasconcelos. Hegemonia e contra-hegemonia no processo de implantação da Casa de Parto no Rio de Janeiro. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2009, vol.43, n.4, pp. 872-879. ISSN 1980-220X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342009000400019.

Estudou-se o processo de implantação da primeira Casa de Parto no Sistema Único de Saúde (SUS) da cidade do Rio de Janeiro. Por meio de pesquisa qualitativa objetivou-se identificar os determinantes do processo de implantação da Casa de Parto e analisar a influência dos grupos hegemônicos e contra-hegemônicos neste processo de implantação. O referencial teórico foi o conceito de hegemonia. O método dialético orientou a análise dos dados por meio das categorias metodológicas: contradição, totalidade e historicidade. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas no período de janeiro a julho de 2007. Os entrevistados foram quatro gestores da saúde municipal e onze profissionais técnico-administrativos designados para implantar a Casa de Parto. A síntese deste estudo revelou que a implantação da Casa de Parto foi determinada pela contra-hegemonia estabelecida na assistência à gestação e parto fisiológicos.

Keywords : Centros Independentes de Assistência a Gravidez e ao Parto; Parto humanizado; Política de saúde; Saúde da mulher.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License