SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue4A comparison between two catheters for clean intermittent catheterization in continent children with a urostomyThe partogram as an instrument to analyze care during labor and delivery author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

PEREIRA, Adriana Lenho de Figueiredo  and  MOURA, Maria Aparecida Vasconcelos. Hegemonia e contra-hegemonia no processo de implantação da Casa de Parto no Rio de Janeiro. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2009, vol.43, n.4, pp. 872-879. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342009000400019.

Estudou-se o processo de implantação da primeira Casa de Parto no Sistema Único de Saúde (SUS) da cidade do Rio de Janeiro. Por meio de pesquisa qualitativa objetivou-se identificar os determinantes do processo de implantação da Casa de Parto e analisar a influência dos grupos hegemônicos e contra-hegemônicos neste processo de implantação. O referencial teórico foi o conceito de hegemonia. O método dialético orientou a análise dos dados por meio das categorias metodológicas: contradição, totalidade e historicidade. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas no período de janeiro a julho de 2007. Os entrevistados foram quatro gestores da saúde municipal e onze profissionais técnico-administrativos designados para implantar a Casa de Parto. A síntese deste estudo revelou que a implantação da Casa de Parto foi determinada pela contra-hegemonia estabelecida na assistência à gestação e parto fisiológicos.

Keywords : Centros Independentes de Assistência a Gravidez e ao Parto; Parto humanizado; Política de saúde; Saúde da mulher.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese