SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 issue2The profile and professional practice of nurses in a psychosocial care servicesOccupational accident with sharpe edge material among workers of an operating center author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

BRETAS, Ana Cristina Passarella et al. Quem mandou ficar velho e morar na rua?. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2010, vol.44, n.2, pp.476-481. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342010000200033.

Esta pesquisa é um estudo de caso qualitativo, e integra o estudo Envelhecimento, saúde e trabalho. Esse recorte teve por objetivo conhecer o significado do envelhecimento na rua para um idoso em situação de rua. A narrativa foi trabalhada à luz dos eixos temáticos: história do envelhecimento e história de vida na rua. Depreendemos que a rua quase sempre é um ambiente hostil para o idoso. Não garante condições básicas de vida, interferindo na saúde mental das pessoas que nela são obrigadas a viver, particularmente o idoso. A rua, por não mostrar possibilidades de saída, aliada às condições de vida do idoso em situação de rua leva a um processo gradual da perda da autoestima, interferindo sobremaneira no autocuidado. Acrescido a essas questões, constatamos que o comprometimento da capacidade funcional coloca em risco a sobre/vida do idoso em situação de rua.

Keywords : Idoso; Sem-teto; Envelhecimento; Pobreza; Saúde pública.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License