SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 issue3Nursing images and representations concerning stress and influence on work activityPreliminary study about qualify of life of physicians and nurses working in pediatric and neonatal intensive care units author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

GURGEL, Eloah de Paula Pessoa; ROLIM, Karla Maria Carneiro; GALVAO, Marli Terezinha Gimenez  and  CAETANO, Joselany Áfio. Abordagem assistencial ao neonato portador de mielomeningocele segundo o modelo de adaptação de Roy. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2010, vol.44, n.3, pp. 702-707. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342010000300021.

O objetivo deste estudo de caso foi identificar os diagnósticos de Enfermagem de um bebê portador de mielomeningocele, internado na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), abordando os aspectos fisiológicos segundo a Teoria de Adaptação de Roy, e elaborar ações de enfermagem pertinentes a estes aspectos. O estudo foi desenvolvido na UTIN da Maternidade Escola Assis Chateaubriand, na cidade de Fortaleza, Ceará, Brasil, nos meses de dezembro de 2007 a março de 2008, quando foi utilizado um roteiro de levantamento de dados. Na análise, reconheceram-se os diagnósticos: padrão respiratório ineficaz; nutrição desequilibrada: menos do que as necessidades corporais; integridade da pele prejudicada; risco para infecção e percepção sensorial perturbada. A utilização desta teoria permitiu reconhecer que o RN pode desencadear respostas positivas ou negativas mediante estímulos, e que as metas e intervenções implementadas foram importantes para a substituição de respostas ineficazes por respostas adaptativas.

Keywords : Recém-nascido; Meningomielocele; Adaptação; Diagnóstico de enfermagem; Cuidados de enfermagem; Modelos de enfermagem.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese