SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue1Psychological violence in nurses' professional practiceLactational amenorrhea: nurses experience and the promotion of this alternative method of contraception author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

MEIRELES, Luciano de Assis; VIEIRA, Alan Araújo  and  COSTA, Carolina Roella. Avaliação do diagnóstico da sepse neonatal: uso de parâmetros laboratoriais e clínicos como fatores diagnósticos. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2011, vol.45, n.1, pp. 33-39. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000100005.

Objetivou-se descrever e comparar as características clínicas, laboratoriais e assistenciais de RN que apresentaram sepse comprovada tardia e de RN que apresentaram sepse não comprovada tardia. Em seguida, avaliar se houve diferença entre os grupos, além de descrever os germes prevalentes na unidade neonatal estudada. Estudo descritivo, envolvendo 168 casos. Observou-se que 33,3% tiveram sepse tardia provada. A idade no momento da sepse, o tempo total de internação, a quantidade total de neutrófilos, a quantidade de neutrófilos imaturos e o valor da PC-r mostraram bons parâmetros na diferenciação entre os dois grupos quando analisados de forma isolada. A Klebisiella pneumoniae, o Staphylococcus coagulase negativo e o S. aureus foram as bactérias mais comumente isoladas.

Keywords : Sepse; Recém-nascido; Diagnóstico; Enfermagem neonatal.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese