SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue1The experience of suffering: stories told by hospitalized childrenMusic in human terminality: the family members' conceptions author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

FONTENELE, Fernanda Cavalcante  and  CARDOSO, Maria Vera Lúcia Moreira Leitão. Lesões de pele em recém-nascidos no ambiente hospitalar: tipo, tamanho e área afetada. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2011, vol.45, n.1, pp. 130-137. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000100018.

Lesões de pele podem ocorrer em recém-nascidos (RNs), na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). Objetivou-se identificar lesões de pele em recém-nascidos internados em uma UTIN, considerando tipo, área afetada e tamanho. Estudo prospectivo, descritivo, quantitativo, realizado de março a maio de 2007, em uma instituição pública de Fortaleza-CE, Brasil. A amostra foi composta de 137 recém-nascidos, destes 36 (26%) apresentaram lesões. RESULTADOS: hematomas (24;46%), eritemas (9;18%), escoriações (6;12%), equimoses (5;10%), pústulas (3;6%) e outras (4;8%). Quanto à área: 40% eram < 1cm2. Quanto ao tamanho: 68% tinham entre 1 e 2cm. Predominou a forma geográfica (38%) e distribuição localizada (92%). Quanto à região afetada: membros (27; 52%), tronco (12; 24%), cabeça (8; 16%) e outras (4;8%). Concluiu-se que as lesões de pele mais presentes são os hematomas e a área mais afetada é a dos membros.

Keywords : Recém-nascido; Enfermagem neonatal; Equimose.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese