SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue3Quality of life and voluntary work among the elderlyLiving with mental disorders: family members’ perspective have on primary care author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

SILVA, Vanessa Abreu da; SOUZA, Katia Lacerda de  and  D’ELBOUX, Maria José. Incontinência urinária e os critérios de fragilidade em idosos em atendimento ambulatorial. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2011, vol.45, n.3, pp. 672-678. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000300018.

Este estudo teve como objetivos verificar a ocorrência de incontinência urinária (IU) e suas características em idosos pré-frágeis e frágeis atendidos em um ambulatório de geriatria, comparar a presença dos critérios de fragilidade entre os idosos com e sem IU e identificar entre os critérios de fragilidade a chance de risco para IU nesses idosos. Participaram do estudo 100 idosos, com média de idade 76,2 anos; 65 idosos relataram IU, 71,3% desses apresentavam três ou mais critérios de fragilidade. A ocorrência de IU foi superior nos idosos frágeis (p=0,0011). A análise multivariada mostrou que os critérios lentidão (OR=4,99) e exaustão (OR=4,85) apresentaram relação estatisticamente significativa com IU. A ocorrência de IU foi elevada e aqueles idosos que apresentam lentidão têm chance risco quase cinco vezes maior de apresentar IU e os que referem exaustão tem chance de risco cinco vezes maior de IU quando comparados aos que não apresentam esses critérios.

Keywords : Incontinência urinária; Idoso fragilizado; Saúde do idoso; Enfermagem geriátrica.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese