SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 special issue 2Possibilities of the WHOQOL-bref for health promotion in the family health strategyRepresentations of everyday life: a proposal for capturing social values from the Marxist perspective of knowledge production author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234

Abstract

FARIA, Elaine Cristina; SILVA, Simone Aparecida da; FARIAS, Kleinne Rian Alves de  and  CINTRA, Adriana. Avaliação cognitiva de pessoas idosas cadastradas na estratégia saúde da família: município do Sul de Minas. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2011, vol.45, n.spe2, pp.1748-1752. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000800019.

Avaliar a cognição de pessoas idosas. Estudo descritivo, quantitativo, transversal. Amostra de 350 pessoas, com idade > 60 anos. Instrumentos: Questionário sociodemográfico e de saúde e MEEM. A amostra tinha 60,0% de mulheres, idade média 70,3 anos, 54,0% cursaram ensino fundamental incompleto, 61,1% casados e  renda média de 1,54 SM. Foram 38,6% os que percebiam o estado atual de saúde como regular; 49,4% o consideravam igual ao do último ano, 37,4% acreditavam estar melhor do que pessoas da mesma idade.  MEEM: nos 76 sem escolaridade encontrou-se 5,3% com declínio cognitivo, nos 265 com baixa e média escolaridade 4,9%, nos de nível superior (9) não se encontrou. As menores médias encontradas foram nos domínios memória e atenção. 4,9% (17) dos idosos podem estar desenvolvendo déficit cognitivo.

Keywords : Idoso; Cognição; Saúde mental; Saúde da família.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License