SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 número3Crenças em saúde sobre a dieta: uma perspectiva de pessoas negras hipertensasAvaliação do crescimento microbiano em sondas de uso único para vitrectomia reprocessadas na prática assistencial índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

versão impressa ISSN 0080-6234

Resumo

SANTOS, Emanuella Barros dos et al. Avaliação dos sintomas de ansiedade e depressão em fibromiálgicos. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2012, vol.46, n.3, pp. 590-596. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342012000300009.

Este estudo teve como objetivo identificar a frequência de sintomas ansiosos e depressivos verificando a associação entre a ansiedade-traço, sintomas atuais de depressão e ansiedade nos fibromiálgicos. Foram entrevistados 60 sujeitos com diagnóstico de fibromialgia no Ambulatório de Reumatologia da Universidade Federal de Sergipe, entre agosto de 2007 a março de 2008, sendo aplicados dois questionários: Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (EHAD) e o Inventário de Ansiedade Traço-Estado (IDATE-T). A frequência de sintomas depressivos e ansiosos foi, respectivamente, de 50% e 86% para os fibromiálgicos e a média do escore do traço ansioso foi de 59,38. Detectou-se associação entre a ansiedade-traço e estado. A ansiedade e a depressão foram sintomas frequentes nos pacientes com fibromialgia. Entretanto, a ansiedade revelou-se um sintoma secundário mais frequente que a depressão, apresentando-se uma forma mais grave, sendo uma comorbidade que deve ser melhor valorizada e estudada.

Palavras-chave : Fibromialgia; Ansiedade; Depressão; Cuidados de enfermagem.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês     · pdf em Português | Inglês