SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 número3Percepção e compreensão de profissionais e graduandos de saúde sobre o idoso e o envelhecimento humanoEstratégias de comunicação utilizadas por profissionais de saúde na atenção à pacientes sob cuidados paliativos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista da Escola de Enfermagem da USP

versão impressa ISSN 0080-6234

Resumo

OLIVEIRA, Renata Marques de  e  FUREGATO, Antonia Regina Ferreira. Um casal de idosos e sua longa convivência com quatro filhos esquizofrênicos. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2012, vol.46, n.3, pp. 618-625. ISSN 0080-6234.  http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342012000300013.

Objetivou-se identificar, entre pais de esquizofrênicos, elementos de sua convivência diária com o transtorno e com o cuidado recebido através do sistema de saúde. Pesquisa de campo na vertente história oral temática. Participou um casal, pais de quatro portadores de esquizofrenia. Foram realizadas entrevistas, gravadas e transcritas, usando três instrumentos (dois questionários específicos e um diário de campo). Identificaram-se três categorias que retratam dificuldades vivenciadas no cotidiano, entendimento da esquizofrenia com sentido de limitações, cansaço e sobrecarga com prejuízo da qualidade de vida, incerteza em relação ao futuro e resiliência fortalecida pela fé em Deus. A concepção de cuidado foi associada a procedimentos técnicos, mostrando satisfação com a atenção recebida. Concluiu-se que o sofrimento ocasionado pela convivência com portadores de esquizofrenia é intenso e os profissionais precisam estar preparados para lidar com as vivências de dor e sofrimento do portador do transtorno mental e seus familiares.

Palavras-chave : Esquizofrenia; Família; Idoso; Enfermagem psiquiátrica; Serviços de Saúde Mental.

        · resumo em Inglês | Inglês     · texto em Português | Inglês     · pdf em Português | Inglês