SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 issue1Effects of sex, host-plant deprivation and presence of conspecific immatures on the cannibalistic behavior of wild Ascia monuste orseis (Godart) (Lepidoptera, Pieridae)Diversity of the euglossine bee community (Hymenoptera, Apidae) of an Atlantic Forest remnant in southeastern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Entomologia

Print version ISSN 0085-5626

Abstract

CRUZ, Ivan et al. Survey of ear flies (Diptera, Ulidiidae) in maize (Zea mays L.) and a new record of Euxesta mazorca Steyskal in Brazil. Rev. Bras. entomol. [online]. 2011, vol.55, n.1, pp.102-108. ISSN 0085-5626.  http://dx.doi.org/10.1590/S0085-56262011000100016.

Levantamento de mosca-da-espiga (Diptera: Ulidiidae) em milho (Zea mays L.) e primeiro relato de ocorrência de Euxesta mazorca Steyskal no Brasil. Espécies de Euxesta (Diptera, Ulidiidae), conhecidas como moscas do cabelo ou moscas da espiga estão aumentando em importância nas culturas de milho em diferentes países, embora muito pouco se conheça sobre elas no Brasil. As larvas das espécies representativas de Ulidiidae inicialmente danificam a parte reprodutiva feminina da planta e depois os grãos em desenvolvimento. Como resultado da alimentação das larvas ocorre fermentação e odor forte tornando a espiga inapropriada para o consumo humano ou animal. O principal objetivo deste trabalho foi avaliar a incidência de espécies de Euxesta em áreas de produção de milho e identificar as espécies predominantes usando dois atraentes alimentares diferentes à base de proteínas hidrolisáveis, BioAnastrepha® (proteína hidrolisável de milho) e Torula, colocados no interior de armadilha McPhail. As duas espécies identificadas foram E. eluta Loew and E. mazorca Steyskal, registrada pela primeira vez no Brasil. Entre as espécies, E. eluta foi predominante no milho. Ambos os atraentes foram eficientes na captura das duas espécies. No entanto, as armadilhas com BioAnastrepha® capturaram significativamente mais insetos do que aquelas com Torula.

Keywords : Armadilhas; atraente alimentar; mosca da espiga; pragas de milho; Tephritoidea.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License