SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número6Calagem superficial com resíduo alcalino da indústria de papel e celulose em um solo altamente tamponadoConcentração do potássio do solo em sistema de integração lavoura-pecuária em plantio direto submetido a intensidades de pastejo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência do Solo

versão On-line ISSN 1806-9657

Resumo

FRANCO, Henrique Coutinho Junqueira et al. Aproveitamento do Boro (10B) proveniente do fertilizante pela cana-de-açúcar. Rev. Bras. Ciênc. Solo [online]. 2009, vol.33, n.6, pp.1667-1674. ISSN 1806-9657.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832009000600015.

No agrossistema da cana-de-açúcar a resposta à aplicação de B é ainda uma questão não esclarecida, porém é um procedimento que vem sendo utilizado com certa frequência. O uso de fertilizantes marcados com 10B pode auxiliar no entendimento dessa prática. Com o objetivo de avaliar o aproveitamento do B (10B) proveniente do fertilizante (ácido bórico) pela cana-de-açúcar, realizou-se um experimento em campo, na safra de 2005/2006, que consistiu na instalação de microparcelas (2 m de comprimento por 1,5 de largura), que, após 90 dias do plantio (maio de 2005), receberam 4 kg ha-1 de B (ácido bórico com 85,95 % em átomos de 10B) dissolvidos em água. A solução foi aplicada ao solo nos dois lados da linha de plantio, a uma distância de 20 cm. Após a colheita (junho de 2006), foram determinados o teor de B e a abundância de 10B em átomos % em todas as partes das plantas de cana-de-açúcar (colmos, folhas secas, ponteiros e raízes). Os resultados mostraram que o acúmulo total de B foi de 471 g ha-1, e, dessa quantidade, 35 % estavam nos colmos, 22 % nas folhas secas, 9 % nos ponteiros e 34 % nas raízes. O aproveitamento do 10B-fertilizante pela cana-de-açúcar representou em média 14 % do boro total acumulado na parte aérea (44 g ha-1), 11 % nas raízes (19 g ha-1) e 13 % na planta inteira (63 g ha-1). A recuperação do 10B-fertilizante pela cana-planta foi baixa, em torno de 2 % do total aplicado.

Palavras-chave : cana-planta; isótopos estáveis; micronutrientes; Saccharum spp.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons