SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número3Carbon and nitrogen mineralization in soils under an eucalyptus plantation chronosequenceMicrobial and enzymatic activity in soil after organic composting índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Brasileira de Ciência do Solo

versión impresa ISSN 0100-0683

Resumen

BECKMANN-CAVALCANTE, Márkilla Zunete et al. Condutividade elétrica da solução nutritiva para o cultivo do crisântemo em vaso. Rev. Bras. Ciênc. Solo [online]. 2010, vol.34, n.3, pp. 747-756. ISSN 0100-0683.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832010000300016.

Em se tratando do crisântemo de vaso, que constitui relevante contribuição à atividade de plantas ornamentais, ainda há necessidade de uma recomendação consistente sobre a condutividade elétrica (CE) da solução nutritiva para seu cultivo. Nesse sentido, realizou-se um experimento em ambiente protegido, objetivando avaliar o crescimento do crisântemo cv. Miramar cultivado em vaso, em função da CE da solução nutritiva e da lixiviação de sais do substrato. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições; os tratamentos foram distribuídos em esquema fatorial 5 x 2, referentes aos valores de CE da solução nutritiva (2,1; 2,8; 3,5; 4,2; e 4,9 dS m-1), em substrato com e sem lavagem para lixiviação dos sais. O aumento da CE inibiu o crescimento e desempenho vegetativo, mas estimulou o diâmetro da haste. A lixiviação dos sais estimulou, exceto quanto ao diâmetro da haste, o maior crescimento avaliado pelas demais variáveis fitotécnicas. A CE de 2,1 dS m-1 possibilita a produção de crisântemo dentro de padrões qualitativos de comercialização, mediante lixiviação periódica do substrato.

Palabras llave : Dendranthema grandiflora Tzvelev; lixiviação; substrato.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués