SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número4Sementes enriquecidas com fósforo e molibdênio aumentam a contribuição da fixação biológica de nitrogênio em feijoeiro estimada pela diluição isotópica de 15NDiversidade e eficiência simbiótica de estirpes de bradyrhizobium capturadas próximo ao sistema radicular de sesbania virgata usando caupi como planta-isca índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência do Solo

versão On-line ISSN 1806-9657

Resumo

CAMPO, Rubens José; ARAUJO, Ricardo Silva; MOSTASSO, Fábio Luís  e  HUNGRIA, Mariangela. Inoculação no sulco de plantio da soja como alternativa para o tratamento de semente com fungicidas e micronutrientes. Rev. Bras. Ciênc. Solo [online]. 2010, vol.34, n.4, pp.1103-1112. ISSN 1806-9657.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832010000400010.

A soja é a principal cultura de grãos do Brasil e pode se beneficiar fortemente da inoculação com estirpes selecionadas de Bradyrhizobium. Contudo, a incompatibilidade entre inoculantes e o tratamento de sementes com fungicidas e micronutrientes representa um fator limitante para alcançar taxas elevadas de fixação biológica do N. Desse modo, práticas de inoculação que possam minimizar os efeitos negativos desses produtos devem ser procuradas, e a inoculação no sulco aparece como uma alternativa atraente. Este estudo relata o resultado de sete experimentos de campo conduzidos no Brasil por três safras: três em solos previamente cultivados com soja (> 104 células g-1 de solo de Bradyrhizobium) e quatro em áreas cultivadas pela primeira vez (< 102 células células g-1 de solo de Bradyrhizobium). A compatibilidade com fungicidas e micronutrientes foi comparada com as sementes inoculadas com inoculantes turfosos ou líquidos, ou recebendo diferentes doses de inoculante líquido no sulco. Em áreas com populações estabelecidas de Bradyrhizobium, em geral, os agrotóxicos aplicados nas sementes não alteraram a nodulação, mas também não beneficiaram os rendimentos, enquanto a inoculação sempre incrementou o N acumulado nos grãos ou o rendimento, e o N-fertilizante diminuiu tanto a nodulação como o rendimento. Em áreas cultivadas pela primeira vez, o tratamento com o fungicida alterou a nodulação quando aplicado em conjunto com inoculante turfoso ou líquido nas sementes. A inoculação no sulco diminuiu o efeito deletério dos tratamentos das sementes, e os melhores desempenhos foram obtidos com altas concentrações de células de Bradyrhizobium, de até 2,5 milhões de células semente-1.

Palavras-chave : Glycine max [L. (Merrill.)]; Bradyrhizobium; inoculante.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons