SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número4Épocas de aplicação de nitrogênio em cobertura na cultura do milho em plantio direto, e alocação do nitrogênio (15n) na plantaCrescimento radicular, extração de nutrientes e produção de grãos de genótipos de milho em diferentes quantidades de palha de aveia-preta em plantio direto índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência do Solo

versão On-line ISSN 1806-9657

Resumo

GEBRIM, Fabrício de Oliveira et al. Mobilidade de formas inorgânicas e orgânicas de fósforo sob diferentes doses de adubação fosfatada e cama de aviário em solos. Rev. Bras. Ciênc. Solo [online]. 2010, vol.34, n.4, pp.1195-1205. ISSN 1806-9657.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832010000400019.

A eutroficação de aquíferos está fortemente ligada à mobilidade de P nos solos. Embora essa mobilidade tenha sido considerada, num passado mais distante, como inexpressiva, estudos mais recentes têm mostrado que o P, tanto na forma orgânica (Po) quanto na inorgânica (Pi), pode se perder por percolação e eluviação de partículas através do perfil de solos, particularmente naqueles menos intemperizados e, ou, arenosos com menor adsorção de P. O objetivo deste trabalho foi verificar perdas por lixiviação e eluviação de formas de P em colunas de solos, constituídas por cinco anéis de PVC sobrepostos, com 5 cm de diâmetro e 10 cm de altura cada, submetidas a fluxos de percolação de água. Foram utilizadas amostras de dois Latossolos Vermelho-Amarelos, texturas argilosa e média. Os solos receberam, previamente, quatro doses de P na forma de KH2PO4, correspondentes a 0; 12,5; 25 e 50 % da capacidade máxima de adsorção de P (CMAP), homogeneizadas com todo o volume de solo das colunas e deixados em incubação por 60 dias. No anel superior, aplicou-se, homogeneamente, cama de aviário nas doses equivalentes a 0, 20, 40, 80 e 160 t ha-1; com base no peso do material seco. O experimento foi constituído pelo esquema fatorial: quatro níveis da CMAP, cinco doses de cama de aviário, dois solos, com três repetições dispostas em blocos casualizados. As colunas foram submetidas a 10 percolações com água deionizada, em duas aplicações semanais, durante 35 dias, de modo que se atingisse um volume aproximado de 1.200 mm. Nos lixiviados de cada coluna, foram determinados: P reativo (Pi) e P não reativo (Po). No final do experimento, o P no solo de cada anel foi extraído com Mehlich-1 e com NaHCO3 0,5 mol L-1; pH 8,5 (Olsen), sendo determinadas, para este último extrator, as formas Pi e Po. Com o aumento das doses aplicadas de cama de aviário, as perdas de P por lixiviação foram, em média, 6,4 vezes maiores na forma de P não reativo (Po) que no P-reativo (Pi). Tanto a fertilização mineral prévia com P quanto a aplicação de doses crescentes de cama de aviário causaram movimentação descendente de P nas colunas de solo, extraído tanto pelo Mehlich-1 quanto pelo NaHCO3 (Olsen). O nível crítico ambiental (NCA), teor de P disponível no solo acima do qual a percolação de P-reativo aumenta exponencialmente, foi de 100 e 150 mg dm-3 para o Mehlich-1 e de 40 e 60 mg dm-3 para o Olsen, para os solos de textura média e argilosa, respectivamente. Em solos intemperizados, com acúmulo de P residual ao longo dos cultivos, as perdas de P por lixiviação no perfil podem ser significativas, de modo particular quando fertilizados com cama de aviário.

Palavras-chave : eutrofização; nível crítico ambiental; Mehlich-1; Olsen.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons