SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número5Soil biomass and microbial activity under different management systems in the physiographic region Campos das Vertentes - Minas geraisMonitoring nitrogen nutrition in cotton índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Brasileira de Ciência do Solo

versión impresa ISSN 0100-0683

Resumen

BALDOTTO, Lílian Estrela Borges et al. Promoção do crescimento do abacaxizeiro 'vitória' por ácidos húmicos e Burkholderia spp. durante a aclimatização. Rev. Bras. Ciênc. Solo [online]. 2010, vol.34, n.5, pp. 1593-1600. ISSN 0100-0683.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832010000500012.

A propagação in vitro de abacaxizeiro produz mudas uniformes e sadias, mas exige longo período de aclimatização antes da transferência para o campo. A adaptação ao ambiente ex vitro seguida da aceleração do crescimento das mudas de abacaxizeiro é um pré-requisito para a produção de maior quantidade de material propagativo vigoroso e enraizado. A combinação de ácidos húmicos e bactérias endofíticas pode ser uma tecnologia útil para reduzir o período crítico de aclimatização. O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho inicial do abacaxizeiro 'Vitória' propagado por cultura de tecidos em resposta à aplicação de ácidos húmicos isolados de vermicomposto e bactérias promotoras de crescimento de plantas (Burkholderia spp.) durante a aclimatização em casa de vegetação. Os ácidos húmicos foram aplicados nas axilas das folhas basais, enquanto as raízes foram imersas no meio bacteriano. Foram observados incrementos no crescimento da parte aérea com a aplicação de ácidos húmicos (14 %) e bactérias (102 %) quando comparado ao controle, com efeito mais pronunciado no tratamento combinado (147 %). Da mesma forma, o crescimento das raízes aumentou 50 % com ácidos húmicos, 81 % com bactérias e 105 % com o tratamento combinado. A inoculação conjunta aumentou significativamente o acúmulo de N (115 %), P (112 %) e K (69 %) nas folhas do abacaxizeiro. O crescimento do abacaxizeiro foi influenciado pela inoculação com Burkholderia spp. reforçada pela associação com ácidos húmicos, que resultou em maior massa da parte aérea e raiz e maior conteúdo de nutrientes (N, 132 %; P, 131 %; K, 80 %) quando comparado com mudas não inoculadas. A consistência da resposta da planta hospedeira para bacterização na presença de substâncias húmicas aponta para uma ferramenta biotecnológica promissora para melhorar o crescimento e a adaptação de mudas de abacaxizeiro ao ambiente ex vitro.

Palabras llave : Ananas comosus; bactérias promotoras de crescimento de plantas; bactérias diazotróficas; substâncias húmicas; inoculante; biofertilizante.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés