SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número6Funções de pedotransferência para estimar parâmetros da prova de proctor sob diferentes sistemas de preparo de soloPropriedades físicas de latossolo vermelho sob dois sistemas de colheita de cana-de-açúcar índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência do Solo

versão On-line ISSN 1806-9657

Resumo

RALISCH, Ricardo et al. Caracterização morfoestrutural de solo sob tração mecânica e animal submetido a planta de cobertura. Rev. Bras. Ciênc. Solo [online]. 2010, vol.34, n.6, pp.1795-1802. ISSN 1806-9657.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832010000600003.

A estabilidade estrutural do solo e sua capacidade de reestruturação dependem do preparo do solo e do manejo das culturas adotados no sistema de produção. Uma estratégia apontada para amenizar os efeitos do preparo do solo é a adoção de rotação de culturas e de culturas de cobertura, que contribuem para preservar ou recuperar a estrutura do solo. Os objetivos deste trabalho foram avaliar e quantificar as unidades morfologicamente homogêneas, em solo sob preparo convencional com tração mecânica e animal, bem como avaliar o efeito do sistema de sucessão de culturas e do consórcio com a leguminosa "feijão-de-porco" (Canavalia ensiformis L.) na estrutura do solo. Os perfis foram analisados em abril de 2006, em cinco municípios da região centro-sul do Paraná, em áreas de produção familiar, durante o ciclo da cultura de milho (Zea mays L.), com ou sem consórcio com feijão-de-porco. Essa análise foi realizada por meio da medição da área das estruturas encontradas no perfil cultural do solo utilizando um SIG (Sistema de Informação Geográfica) e, posteriormente, avaliada pelo método estatístico de análise de componentes principais. Constatou-se, por meio da análise morfoestrutural, que nas áreas com maior intensidade de preparo do solo, devido à tração mecânica, houve predominância das unidades compactadas, e a planta de cobertura não exerceu efeito na recuperação da estrutura do solo, com presença de unidades compactadas de baixa porosidade, que dificultaram o crescimento do sistema radicular das plantas. Já nas áreas manejadas com tração animal foi observado predomínio das unidades fissuradas, onde as raízes envolviam os torrões do solo, nos pontos de ruptura entre eles.

Palavras-chave : preparo do solo; perfil cultural; unidades morfologicamente homogêneas; recuperação estrutural.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons