SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue3Integration of quickbird data and terrain attributes for digital soil mapping by artificial neural networksSynergism of Bacillus, Brevibacillus and/or Paenibacillus in the symbiosis of Bradyrhizobium-cowpea author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Ciência do Solo

Print version ISSN 0100-0683

Abstract

KUNZE, Alceu et al. Atividade de fosfatases no solo afetada por culturas de cobertura micorrízicas e não micorrízicas. Rev. Bras. Ciênc. Solo [online]. 2011, vol.35, n.3, pp. 705-711. ISSN 0100-0683.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832011000300005.

Culturas de cobertura do solo podem afetar de forma distinta a microbiota rizosférica e a dinâmica de nutrientes. Com o objetivo de avaliar o efeito de culturas de cobertura micorrízicas e não micorrízicas sobre a atividade de fosfatases no solo e a persistência dessa atividade na sucessão de culturas, um experimento foi conduzido durante três anos em um Neossolo Quartzarênico. Os tratamentos foram culturas de cobertura de inverno, sendo uma espécie micorrízica (aveia-preta, Avena strigosa Schreb) e duas não micorrízicas: o nabo forrageiro (Raphanus sativus L. var. oleiferus Metzg) e a espérgula ou gorga (Spergula arvensis L.). O controle foi constituído pela vegetação espontânea (pousio de inverno). No verão, todas as parcelas foram semeadas com uma mistura de milheto (Pennisetum americanum L) e crotalária (Crotalaria juncea L.) ou com soja (Glycine max L). Amostras de solo (0-10 cm) e de raízes foram coletadas durante seis estações de crescimento (inverno e verão de cada ano). Foram avaliados o teor de fósforo (P) microbiano, pelo método de fumigação-extração, e a atividade de fosfatases, utilizando p-nitrofenilfosfato como substrato enzimático. No florescimento das culturas de inverno, a atividade de fosfatase ácida foi 30-35 % maior em solos com nabo forrageiro, em comparação com as testemunhas, independentemente da quantidade de P imobilizado na biomassa microbiana. As parcelas com espérgula e aveia-preta tiveram valores intermediários de atividade enzimática. A atividade de fosfatase alcalina foi 10 vezes menor e menos sensível aos tratamentos, embora a correlação entre as atividades das duas classes de fosfatase tenha sido significativa. O efeito das culturas de cobertura no perfil enzimático do solo continuou nos períodos subsequentes, durante o crescimento das culturas de verão, após as plantas de inverno terem completado seu ciclo.

Keywords : Avena; Raphanus; Spergula; mobilização de fósforo.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English