SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue2Mineralogy of the clay fraction of alfisols in two slope curvatures: IV - spatial correlation with physical properties author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Ciência do Solo

On-line version ISSN 1806-9657

Abstract

CAMARGO, Livia Arantes; MARQUES JUNIOR, José  and  PEREIRA, Gener Tadeu. Mineralogia da fração argila de um Argissolo em curvaturas do relevo: III - variabilidade espacial. Rev. Bras. Ciênc. Solo [online]. 2013, vol.37, n.2, pp.295-306. ISSN 1806-9657.  https://doi.org/10.1590/S0100-06832013000200001.

O conhecimento da distribuição dos minerais da fração argila na paisagem permite o entendimento da influência do relevo no teor e nos atributos dos minerais como goethita, hematita, caulinita e gibbsita. Buscando entender as relações entre os atributos dos minerais da fração argila e as formas da paisagem, o presente trabalho tem como objetivo caracterizar os atributos dos minerais da fração argila - goethita, hematita, caulinita e gibbsita - bem como, avaliar a variabilidade espacial dos mesmos em duas curvaturas. Uma malha de dimensão de 100 x 100 m foi delimitada em uma área caracterizada pela forma convexa e outra em uma área caracterizada pela forma côncava. As malhas possuíam espaçamento regular de 10 x 10 m e os pontos de cruzamento deste espaçamento determinaram os pontos de coleta das amostras, num total de 121 pontos amostrais georreferenciados em cada malha. Amostras para determinação dos óxidos de ferro e dos minerais caulinita e gibbsita da fração argila foram coletadas na profundidade 0,0-0,2 m. As amostras das áreas côncavas e convexas foram submetidas à separação da fração argila do solo e posteriormente ao processo de concentração dos óxidos de ferro para caracterização da hematita e goethita e ao processo de remoção dos óxidos de ferro para caracterização da caulinita e gibbsita. A caracterização dos minerais da fração argila foi realizada por reflexos da difração de raios-X. Os difratogramas foram interpretados e calculados os valores da largura a meia altura (LMA), diâmetro médio do cristal (DMC) dos óxidos de ferro e da caulinita e gibbsita e substituição isomórfica (SI) e área de superfície específica (ASE) da hematita e goethita. Foram também calculados os teores da goethita e hematita, razão goethita/(goethita+hematita) [Gt/(Gt+Hm)] e razão caulinita/(caulinita+gibbsita) [Ct/(Ct+Gb)]. Realizou-se a análise estatística a avaliação da variabilidade espacial por meio da geoestatística. Os atributos mineralógicos apresentaram diferença significativa entre as áreas convexa e côncava. Na análise geoestatística observou-se um maior número de atributos mineralógicos com dependência espacial e os maiores valores de alcance na área convexa em relação à área côncava.

Keywords : óxidos de ferro; caulinita; gibbsita; goethita; hematita; relevo.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License