SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número6Crescimento e Nutrição de Mudas Clonais de Eucalipto Promovidos por Fungos Ectomicorrízicos em Viveiros ComerciaisEfeito de Herbicidas sobre a Biota de Invertebrados do Solo em Área de Restauração Florestal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência do Solo

versão impressa ISSN 0100-0683versão On-line ISSN 1806-9657

Resumo

CASTELLANE, Tereza Cristina Luque; OTOBONI, Alda Maria Machado Bueno  e  LEMOS, Eliana Gertrudes de Macedo. Caracterização de Exopolissacarídeos Produzidos por Espécies de Rizóbios. Rev. Bras. Ciênc. Solo [online]. 2015, vol.39, n.6, pp.1566-1575. ISSN 0100-0683.  http://dx.doi.org/10.1590/01000683rbcs20150084.

Atenção crescente tem sido dada, nas últimas décadas, à produção de exopolissacarideos (EPS) a partir de rizóbio, em razão das suas diversas aplicações biotecnológicas. Uma ampla caracterização de biopolímeros envolve a avaliação de suas propriedades químicas, físicas e biológicas, sendo um fator-chave para entender o seu comportamento em diferentes ambientes, o que permite prever suas potenciais aplicações. Objetivou-se estudar os EPS produzidos pelas espécies de Mesorhizobium huakuii LMG14107, M. loti LMG6125, M. plurifarium LMG11892, Rhizobium giardini bv. giardini H152T, R. mongolense LMG19141 e Sinorhizobium (= Ensifer) kostiense LMG19227 em meio RDM com glicerol como fonte de carbono. Esses biopolímeros foram isolados e caracterizados por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência de Fase Reversa (RP-HPLC), Ressonância Magnética Nuclear (NMR) e Infravermelho por Transformada de Fourier (FTIR). A máxima produção de exopolissacarídeo foi de 3,10; 2,72 e 2,50 g L-1 para as estirpes LMG6125, LMG19227 e LMG19141, respectivamente. Os EPS purificados revelaram proeminentes grupos funcionais, como hidroxilo e carboxílico, o que corresponde a um heteropolissacarídeo. Os EPS são compostos principalmente por galactose e glucose. Outros componentes foram encontrados em menor concentração ramnose, ácido glucurônico e ácido galacturônico. Com base nas técnicas utilizadas, verificou-se que os EPS são heteropolissacarídeos específicos para cada espécie, compostos de açúcares comuns que são substituídos com porções de não hidratos de carbono. Os EPS rizobianos podem ser classificados em cinco grupos com base no tipo éster, como determinado a partir dos espectros de RMN de 13C. O conhecimento da composição EPS agora facilita novas investigações como a estrutura e propriedades reológicas dos polissacarídeos.

Palavras-chave : exopolissacarídeo ácido; infravermelho com transformada de Fourier; heteropolissacarídeos microbianos; Rhizobium; Sinorhizobium.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )