SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue130Improving cognitive performance of students enrolled in elementary schoolWhich pedagogy for students with school difficulties? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Cadernos de Pesquisa

Print version ISSN 0100-1574

Abstract

ALVES, Fátima; ORTIGAO, Isabel  and  FRANCO, Creso. Origem social e risco de repetência: interação raça-capital econômico. Cad. Pesqui. [online]. 2007, vol.37, n.130, pp. 161-180. ISSN 0100-1574.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-15742007000100008.

A despeito de melhora expressiva no fluxo escolar durante a maior parte da década de 1990, especialmente entre 1992 e 1998, a repetência tem-se mantido constante e em valor elevado desde 1998. Dados provenientes dos dois últimos censos das escolas indicam leve tendência de aumento da repetência. Usamos dados do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica - Saeb/2001 -, para investigar a relação entre origem social e risco de repetência de alunos que cursavam a 8ª série do ensino fundamental em escolas públicas de capitais brasileiras. O resultado da estimação de modelos de risco para repetência mostrou que diversas variáveis de origem social continuam associadas ao aumento do risco da repetência, no sentido usualmente descrito pela literatura educacional. Mostrou também que embora capital econômico acima da média atue como fator de proteção para a repetência, esse resultado não prevalece para todos os grupos raciais, pois alto capital econômico mostrou-se fator de risco para os alunos que se autodeclararam pretos. Conseqüências dos resultados para políticas públicas são discutidas.

Keywords : REPETÊNCIA; CLASSE SOCIAL; RAÇA; POLÍTICAS PÚBLICAS.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese