SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número156Entre a história e a memória, o estudo psicossocial das memórias históricasPsicologia, produção subjetivante e modos políticos: pistas conceituais da teoria ator-rede índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Pesquisa

versão impressa ISSN 0100-1574versão On-line ISSN 1980-5314

Resumo

MARTINEZ, Maitane Arnoso et al. Representações sociais do passado e justiça transicional na América Latina. Cad. Pesqui. [online]. 2015, vol.45, n.156, pp.276-298. ISSN 0100-1574.  http://dx.doi.org/10.1590/198053143134.

Este artigo explorou as opiniões de uma amostra da população de cinco países latino-americanos (N= 4900) no tocante à forma de abordar o passado político relacionado às violações dos direitos humanos. Em geral, constata-se um amplo acordo quanto à necessidade de recordar o passado, sendo esse acordo maior entre as vítimas e as pessoas de esquerda, que, além disso, manifestam maior necessidade de compartilhar socialmente os fatos e são as que mais valorizam as medidas de justiça transicional implementadas. Embora as desculpas sejam avaliadas de forma crítica em geral, uma visão mais positiva das mesmas foi associada a uma melhor percepção do clima emocional. Enquanto na Argentina e no Paraguai a sinceridade e eficácia percebidas nas desculpas são maiores entre as vítimas e as pessoas de esquerda, no caso chileno a relação é inversa. Os resultados são discutidos no contexto das representações sociais do passado.

Palavras-chave : Justiça; América Latina; Comissões da Verdade; Representações Sociais.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )