SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue12Growth and biomass allocation of the C4 grasses Brachiaria brizantha and B. humidicola under shadeEffect of soil management and of crop rotation systems on wheat yield and diseases author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Pesquisa Agropecuária Brasileira

Print version ISSN 0100-204X

Abstract

GONCALVES, PAULO DE SOUZA et al. Clones promissores de seringueira para a região do Vale do Ribeira, São Paulo. Pesq. agropec. bras. [online]. 2000, vol.35, n.12, pp. 2343-2353. ISSN 0100-204X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2000001200004.

Este trabalho objetivou apresentar resultados da primeira seleção de clones de seringueira (Hevea brasiliensis (Willd. ex Adr. de Juss.) Muell.Arg.) da série IAC 300, e amazônicos das séries IAN e Fx, em experimento de pequena escala, visando produção, crescimento e resistência ao mal-das-folhas. A produção e o vigor de 20 clones foram avaliados por dois e nove anos, respectivamente, em PariqüeraAçú, no Vale do Ribeira, SP. Os clones IAC 301, IAC 304, IAC 306 e IAC 319 produziram satisfatoriamente nos dois primeiros anos de sangria. Os clones amazônicos IAN 6323, Fx 3864 e IAN 2903, com produções de 1.078 kg, 945 kg e 900 kg/ha/ano, respectivamente, foram superiores à testemunha IAN 873 (878 kg/ha/ano). Os clones selecionados apresentaram crescimento vigoroso, com extremos de perímetro do caule, na abertura do painel, de 37,40 cm (IAN 4493) a 53,75 cm (IAN 6323), e percentual de plantas aptas à sangria de 7,0% (IAN 4493) a 100% (IAN 6323 e IAC 302), exceto os clones Fx 3899 e IAN 3044. O IAC 315, com 7,37 mm, mostrou maior espessura de casca virgem que o IAN 873 (6,44 mm). Os clones IAC 320, IAC 306 e IAC 315 foram os mais resistentes ao Microcyclus ulei.

Keywords : Hevea brasiliensis; crescimento; rendimento; sangria; resistência a pragas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese