SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue2Prediction of genetic gains in forest improvementMycorrhizal inoculation and acclimatization of two micropropagated apple rootstocks author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Pesquisa Agropecuária Brasileira

Print version ISSN 0100-204XOn-line version ISSN 1678-3921

Abstract

AMORIM, Júlio Roberto de Araújo; FERNANDES, Pedro Dantas; GHEYI, Hans Raj  and  AZEVEDO, Norma César de. Efeito da salinidade e modo de aplicação da água de irrigação no crescimento e produção de alho. Pesq. agropec. bras. [online]. 2002, vol.37, n.2, pp.167-176. ISSN 0100-204X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2002000200008.

Na Paraíba é comum a irrigação do alho por aspersão utilizando águas salinas, o que pode causar sérios danos às plantas. Este trabalho, realizado em casa de vegetação, teve por objetivo avaliar os efeitos sobre crescimento e produção do alho a partir de dois modos de aplicação de água, molhando ou não a folhagem das plantas, combinados com cinco níveis de salinidade da água de irrigação, que variaram entre 0,6 e 3,0 dS m-1. O desenvolvimento das plantas foi avaliado aos 30, 60, 90 e 120 dias após o plantio (DAP). As plantas de alho foram relativamente tolerantes à salinidade na brotação de bulbilhos e crescimento até 30 DAP. No final do ciclo (90-120 DAP), a parte aérea da planta e a formação dos bulbos foram afetadas pelo molhamento da folhagem das plantas. A salinidade começou a afetar a parte aérea das plantas entre 30-60 dias, enquanto o bulbo passou a ser afetado entre 60-90 DAP. A fase final de formação do bulbo (últimos 30 dias do ciclo) foi a mais sensível à salinidade. A razão bulbar não pode ser utilizada como parâmetro de avaliação de tolerância do alho à salinidade.

Keywords : Allium sativum; qualidade de água; fitomassa; bulbo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License