SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número11Efeito de fungos micorrízicos arbusculares no desenvolvimento do abacateiroNutrição mineral de mudas de pupunheira sob diferentes níveis de salinidade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Pesquisa Agropecuária Brasileira

versão On-line ISSN 1678-3921

Resumo

NOGUEIRA, Marco Antonio  e  CARDOSO, Elke Jurandy Bran Nogueira. Interações microbianas na disponibilidade e absorção de manganês por soja. Pesq. agropec. bras. [online]. 2002, vol.37, n.11, pp. 1605-1612. ISSN 1678-3921.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2002001100012.

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da interação entre fungos micorrízicos arbusculares e a comunidade microbiana do solo, sobre a disponibilidade, a absorção e a atenuação da toxidez de Mn em soja. As plantas foram micorrizadas com Glomus etunicatum ou G. macrocarpum, com e sem o restabelecimento da comunidade microbiana do solo autoclavado. Um tratamento não micorrizado teve a comunidade microbiana restabelecida, enquanto outro foi mantido como controle absoluto. As plantas micorrizadas apresentaram maior crescimento e atenuação da toxidez de Mn, principalmente quando se restabeleceu a comunidade microbiana. Nesse caso, houve aumento da disponibilidade de Fe e diminuição da disponibilidade de Mn no substrato. O teor de P foi maior nas plantas micorrizadas. Houve menor concentração de Fe e Mn na parte aérea das plantas micorrizadas, mais evidente quando a comunidade microbiana foi restabelecida. Nas raízes, esse comportamento foi o mesmo quanto ao Mn e inverso quanto ao ferro. A diminuição da concentração de Mn na parte aérea das plantas micorrizadas foi atribuída à diminuição de sua disponibilidade no substrato, enquanto em relação ao Fe foi atribuída à sua retenção nas raízes.

Palavras-chave : Glycine max; metal pesado; toxicidade; micorriza arbuscular.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português