SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue5Organogenesis of the leaf explant of Eucalyptus grandis x E. urophylla clonesGenetic divergence and representative tomato pinworm populations subcollection author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Pesquisa Agropecuária Brasileira

Print version ISSN 0100-204XOn-line version ISSN 1678-3921

Abstract

MACHADO, Luana de Lima; RAMOS, Maria Lucrécia Gerosa; CALDAS, Linda Styer  and  VIVALDI, Lúcio José. Seleção de matrizes e clones de mangabeira para o cultivo in vitro. Pesq. agropec. bras. [online]. 2004, vol.39, n.5, pp.431-435. ISSN 0100-204X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2004000500004.

Altas taxas de mortalidade em viveiro de mudas de mangabeira (Hancornia speciosa) impedem seu uso na reversão do processo de degradação das terras e na manutenção da produtividade e integridade ambiental do Cerrado. O objetivo deste trabalho foi selecionar matrizes e clones, provenientes de propagação sexuada e assexuada, com potencial de propagação in vitro, para produção de mudas de mangabeira. Foram coletados frutos de 11 matrizes e de cada matriz selecionaram-se 24 sementes em bom estado fitossanitário. Após a desinfecção, as sementes foram inoculadas em meio MS, sem reguladores de crescimento, obtendo-se uma média de germinação de 92,4%, e as matrizes não apresentaram diferença significativa entre si. Na fase de multiplicação, em meio MS, com os reguladores de crescimento BAP (6-benzilaminopurina) e AIB (ácido indol-3-butírico), ambos na concentração de 1,28 mg L-1, a melhor matriz foi a C1 e o melhor clone foi o C1 15. Em todas as fases foi observada alta variabilidade, em menor porcentagem na matriz e maior porcentagem no clone dentro da matriz. A seleção deve ser realizada principalmente nos clones dentro da matriz.

Keywords : Hancornia speciosa; micropropagação; germinação in vitro; fruticultura tropical.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License