SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue10Microbial variables and productivity of bean under different soil managements and limestone applicationPerformance, muscle fibers and meat traits of young bulls of three genetic groups author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Pesquisa Agropecuária Brasileira

On-line version ISSN 1678-3921

Abstract

VITTI, Maria Carolina Dario et al. Aspectos fisiológicos e microbiológicos de beterrabas minimamente processadas. Pesq. agropec. bras. [online]. 2004, vol.39, n.10, pp. 1027-1032. ISSN 1678-3921.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2004001000011.

O objetivo deste trabalho foi avaliar aspectos fisiológicos e microbiológicos de beterrabas minimamente processadas. A taxa respiratória e a produção de etileno foram avaliadas até quatro horas após o processamento e durante 10 dias de armazenamento a 5ºC. As análises microbiológicas foram realizadas no dia do processamento e após 10 dias de conservação. Raízes intactas apresentaram a menor taxa respiratória (5 mL CO2 kg-1 h-1), enquanto beterrabas raladas e descascadas obtiveram taxa respiratória de 30 mL CO kg-1 h-1 após quatro horas do processamento. Beterrabas minimamente processadas apresentaram um pico respiratório no segundo dia de armazenamento (80 mL CO2 kg-1 h-1), estabilizando em 30 mL CO kg-1 h-1 no quarto dia. Não foi detectado etileno em beterrabas intactas e descascadas ao passo que em beterrabas minimamente processadas, a produção de etileno nas primeiras horas após o corte atingiu 0,90 µL kg-1 h-1, registrando-se pouca variação ao longo das quatro horas de avaliação e durante o período de armazenamento a 5ºC. As contagens de bactérias psicrotróficas e coliformes totais mantiveram-se dentro dos limites aceitáveis, e não foi detectada presença de coliformes fecais e Salmonella.

Keywords : Beta vulgaris; processamento mínimo; respiração; etileno; armazenamento.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese