SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número3Toxicidade de inseticidas utilizados na cultura do tomateiro a Trichogramma pretiosum índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Pesquisa Agropecuária Brasileira

versão impressa ISSN 0100-204Xversão On-line ISSN 1678-3921

Resumo

LEITE, Germano Leão Demolin; PICANCO, Marcelo; JHAM, Gulab Newandram  e  MOREIRA, Márcio Dionízio. Abundância de Bemisia tabaci, Brevicoryne brassicae e Thrips tabaci em Brassica oleracea var. acephala. Pesq. agropec. bras. [online]. 2005, vol.40, n.3, pp.197-202. ISSN 0100-204X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2005000300001.

A couve, Brassica oleracea var. acephala, é atacada por mosca-branca Bemisia tabaci, pulgão Brevicoryne brassicae e tripes Thrips tabaci. Uma das principais razões para o uso intensivo de inseticidas é a falta de informação sobre os fatores que controlam a população de insetos. O objetivo deste estudo foi investigar as relações entre predadores e parasitóides, compostos orgânicos foliares, níveis foliares de nitrogênio e de potássio, pluviosidade total, umidade relativa, insolação e temperatura média na abundância da mosca-branca, pulgões e tripes em couve genótipo Talo Roxo. Foi usado o método da batida em bandeja, contagem direta e lupas de aumento para estimar o número dessas pragas, de predadores e de parasitóides. A temperatura média, insolação e umidade relativa correlacionaram com nonacosano foliar que, por sua vez, esteve associado com o aumento populacional de pulgões. Foi observada uma tendência na redução de pulgões e de tripes com o aumento da pluviosidade total. A mosca-branca pode ser uma praga prejudicial em regiões produtoras de couve de maior temperatura e de menor pluviosidade. Em regiões onde se tem maior incidência de pulgões (regiões de temperatura moderada) deve-se escolher um genótipo com baixo conteúdo foliar de cera. Inimigos naturais, especialmente o parasitóide Adialytus spp., podem ser agentes de controle da população de pulgões em couve.

Palavras-chave : dinâmica populacional; nonacosano; fatores climáticos; Braconidae.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons