SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número3Sistemas de manejo na absorção de nitrogênio pelo milho em um Latossolo Vermelho no CerradoDensidade de estocagem de matrinxã (Brycon amazonicus) na recria em tanque-rede índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Pesquisa Agropecuária Brasileira

versão On-line ISSN 1678-3921

Resumo

SA, José Luiz de et al. Características de carcaça de cordeiros Hampshire Down e Santa Inês sob diferentes fotoperíodos. Pesq. agropec. bras. [online]. 2005, vol.40, n.3, pp. 289-297. ISSN 1678-3921.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2005000300013.

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do fotoperíodo e da raça nas características de carcaça de cordeiros machos Hampshire Down e Santa Inês. Sete cordeiros Hampshire Down e sete Santa Inês foram submetidos a fotoperíodo de 12 horas luz x 12 horas escuro (curto) e de 18 horas luz x 6 horas escuro (longo). Após o desmame, os cordeiros foram alojados em baias individuais de acordo com os tratamentos. Ao atingirem 31 kg de peso vivo, foram abatidos e a carcaça e os componentes não-constituintes da carcaça foram pesados. Cordeiros Santa Inês apresentaram peso de carcaça quente superior ao dos Hampshire e maior rendimento comercial. Cordeiros Santa Inês apresentaram maior peso de sangue, coração, pulmão, rins e baço. Já os cordeiros Hampshire Down apresentaram pesos de pele, patas e aparelho gastrintestinal cheio superiores aos do Santa Inês. Os cordeiros Santa Inês apresentaram maior largura de garupa e comprimento de perna do que os Hampshire Down. Os cordeiros Santa Inês apresentaram porcentagem de costela descoberta e baixos maior do que os Hampshire Down, com maior porcentagem de perna. A raça influencia mais as características de carcaça do que o fotoperíodo.

Palavras-chave : ovino; luminosidade; raça; rendimento.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português