SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 issue8Factors affecting the attack rate of Bemisia tabaci on cucumberAdaptability and stability of peanut genotypes of runner growth habit author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Pesquisa Agropecuária Brasileira

On-line version ISSN 1678-3921

Abstract

HALFELD-VIEIRA, Bernardo de Almeida et al. Indução de resistência sistêmica em tomateiro pela bactéria autóctone residente no filoplano Bacillus cereus. Pesq. agropec. bras. [online]. 2006, vol.41, n.8, pp. 1247-1252. ISSN 1678-3921.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2006000800006.

O objetivo deste trabalho foi investigar se o mecanismo de indução de resistência é responsável pela capacidade de um isolado bacteriano residente no filoplano (Bacillus cereus), obtido de plantas sadias de tomateiro, em controlar diversas doenças da cultura. A fim de investigar o modo de ação envolvido no controle, foi utilizado um isolado de Pseudomonas syringae pv. tomato como patógeno desafiador. A ausência do mecanismo de antibiose contra o patógeno, o aumento significativo dos níveis de peroxidases em plantas expostas ao antagonista e submetidas à inoculação do patógeno desafiador, assim como a sistemicidade da proteção, são evidências que sugerem que o mecanismo de biocontrole em questão se refere à indução de resistência sistêmica (IRS).

Keywords : Lycopersicon esculentum; Solanum esculentum; controle biológico.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English