SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 número1Reduction of fusarium wilt of "banana-maçã" by inoculation of arbuscular mycorrhizal fungiBody lipid deposition in Nile tilapia fed on rations containing tannin índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Pesquisa Agropecuária Brasileira

versión impresa ISSN 0100-204Xversión On-line ISSN 1678-3921

Resumen

TEIXEIRA, Manoel Araújo et al. Microrganismos endofíticos de mandioca de áreas comerciais e etnovariedades em três estados brasileiros. Pesq. agropec. bras. [online]. 2007, vol.42, n.1, pp.42-49. ISSN 0100-204X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2007000100006.

O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento da diversidade de microrganismos endofíticos, em plantas de mandioca (Manihot esculenta Crantz) coletadas de áreas comerciais, no Estado de São Paulo, e de etnovariedades dos estados do Amazonas e Bahia e, também, avaliar seu potencial para fixar N atmosférico e para produzir ácido indolacético. Nos três estados, foram identificadas 47 espécies de microrganismos pertencentes a 27 gêneros. Bacillus spp. foi o mais freqüente em todas as regiões. O maior número de gêneros foi encontrado em plantas provenientes do Estado do Amazonas, que apresenta a maior diversidade de microrganismos endofíticos. Amplificações por PCR do gene nifH foram avaliadas em espécies bacterianas pertencentes às g-Proteobacteria. Isolados AIA positivos foram obtidos de material coletado em todos os estados, e foram representados por microrganismos pertencentes aos subgrupos g-Proteobacteria, b-Proteobacteria, Bacilli e Actinobacteria. A ocorrência de bactérias endofíticas em plantas de mandioca, com capacidade para fixar N atmosférico e produzir AIA in vitro, indica potencial para promover o crescimento da planta.

Palabras clave : Manihot esculenta; Bacillus; Actinobacteria; fixação de nitrogênio; ácido indolacético.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons