SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 número4Desenvolvimento de gemas florais, florada, fotossíntese e produtividade de cafeeiros em condições de sombreamentoPontas de pulverização e eletrificação das gotas na deposição da calda em plantas de crisântemo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Pesquisa Agropecuária Brasileira

versão impressa ISSN 0100-204X

Resumo

SOARES, Rafael Moreira et al. Utilização de glifosato para o controle de ferrugem da soja. Pesq. agropec. bras. [online]. 2008, vol.43, n.4, pp. 473-477. ISSN 0100-204X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2008000400005.

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de glifosato sobre a germinação de esporos de Phakopsora pachyrhizi e no controle da ferrugem da soja, aplicado preventiva e erradicativamente, em condições controladas. A germinação de esporos foi avaliada tendo-se vertido, em meio de cultura, soluções de esporos com diferentes concentrações do glifosato (0, 100, 1.000, 10.000 e 20.000 ppm) e fungicidas. Para avaliar o controle da ferrugem, plantas foram pulverizadas com glifosato, com variação da dose e do momento, tendo-se medido a severidade da doença. Houve efeito do produto sobre os esporos do fungo, o que reduziu sua germinação. As pulverizações em plantas, em casa de vegetação, mostraram um efeito do produto sobre a ferrugem, quando aplicado preventivamente, porém com período de proteção curto e fungitoxicidade inferior à do fungicida tebuconazole. O uso do glifosato, avaliado nesse ensaio, não deve ser visto como medida de manejo de ferrugem, e não interfere nas práticas habituais de controle da ferrugem da soja.

Palavras-chave : Glycine max; Phakopsora pachyrhizi; difeconazole; tebuconazole.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português