SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 número12Divergência genética entre acessos açucarados e não açucarados de mandiocaHomogeneidade e heterogeneidade de variância residual em modelos de regressão aleatória sobre o crescimento de caprinos Anglo-Nubianos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Pesquisa Agropecuária Brasileira

versão On-line ISSN 1678-3921

Resumo

SILVEIRA, Flávio Trevizoli et al. Herança da resistência ao enfezamento em milho. Pesq. agropec. bras. [online]. 2008, vol.43, n.12, pp. 1717-1723. ISSN 1678-3921.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2008001200011.

Os objetivos deste trabalho foram determinar a herança da resistência ao complexo de enfezamento em milho e determinar as melhores fontes de resistência entre as linhagens estudadas. Foram realizadas as análises dialélica e médias de gerações em linhagens de milho. Para a análise dialélica, foram cruzadas 12 linhagens de milho, em dialélico parcial. Para análises de médias de gerações, foram cruzadas três linhagens resistentes e quatro suscetíveis, para a obtenção das gerações F1, F2, RCPR e RCPS. Os trabalhos foram conduzidos em Jaboticabal, SP. A incidência de enfezamento foi avaliada no estádio fenológico R3. Efeitos significativos quanto à capacidade geral de combinação e capacidade específica de combinação foram obtidos, o que indicou que, no controle do caráter enfezamentos, estão envolvidos tanto os efeitos aditivos quanto os de dominância. Análises de médias de gerações mostraram a presença de poucos genes envolvidos com o controle da resistência, com predominância de efeitos aditivos, o que permite a seleção de genótipos resistentes. As linhagens L02, L03 e L05 poderão ser utilizadas como fontes de resistência, em futuras combinações híbridas.

Palavras-chave : análise de gerações; espiroplasma; fitoplasma; herdabilidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português