SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 número3Eficiência agronômica de estirpes de rizóbio em feijão-caupi cultivado na região da Pré-Amazônia MaranhenseDemografia e densidade de perfilhos de capim-braquiária sob pastejo em lotação intermitente índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Pesquisa Agropecuária Brasileira

versão impressa ISSN 0100-204X

Resumo

SOUZA, Rafaeli Aparecida Vieira de et al. Viabilidade e germinação de embriões de oliveira submetidos a diferentes condições de armazenamento de frutos. Pesq. agropec. bras. [online]. 2011, vol.46, n.3, pp.309-314. ISSN 0100-204X.  https://doi.org/10.1590/S0100-204X2011000300012.

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes condições de armazenamento na preservação da viabilidade e da germinação de embriões zigóticos de oliveira. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4x2. Frutos da cultivar Santa Catalina foram submetidos a diferentes condições de armazenamento - saco plástico em geladeira a 4-5ºC e 15% de umidade relativa (UR), dessecador em geladeira a 4-5ºC e 12% UR, saco plástico em laboratório a 27±1ºC e 55% UR, dessecador em laboratório a 27±1ºC e 30% UR - e aos períodos de armazenamento de 30 e 120 dias. A germinação in vitro e a viabilidade foram avaliadas pelo teste de tetrazólio aos 30 e 120 dias de armazenamento. A maior taxa de germinação (91,66%) e de viabilidade (33,33%) foram observadas a 4-5ºC e 12% UR, aos 30 dias. Esta condição de armazenamento preserva os frutos de oliveira por mais tempo.

Palavras-chave : Olea europaea; fisiologia de sementes; germinação in vitro; teste de tetrazólio.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons